top of page

Atuação Modelo

Ser modelo de conduta não é algo fácil. Principalmente quando se é professor. Afinal, são dezenas ou centenas de “seres humanos” em formação que se espelham em você. Mas, esse é um exercício que precisa ser feito, continuamente.

Durante esse ano de 2023, eu me propus a observar o meu comportamento no dia a dia, tanto na vida pessoal, quanto na escola, e a fazer uma reflexão sobre isso e de como eu atuo na tentativa de ser um “modelo” a ser seguido pelos jovens, no caso, meus alunos. 

Observei com atenção meu comportamento nas filas de supermercado, da merenda da escola, e sempre me disponho a dar a minha vez a outras pessoas, não só mais velhas ou com criança, mas também pessoas apressadas. Imagino que se alguém está inquieto é porque tem algum compromisso importante ou outra situação qualquer. E se eu estou tranquilo com relação ao tempo, tudo bem esperar mais um pouco. Eu percebi que eu sou mesmo assim, não foi um esforço. 

Eu também sou muito solícito quanto a dar informações na rua ou no transporte público. Não sei como eu seria no trânsito porque eu não tenho carro, mas, só de observar os outros motoristas eu já imagino que seria muito diferente da maioria.

Toda essa observação feita na minha rotina pessoal é importante, porém, o que mais importa é o meu comportamento na escola. E, pelo que observei sobre mim, e pelo que os alunos e os meus colegas professores dizem, eu sou um bom exemplo a ser seguido. Agora vamos aos fatos:

Eu costumo assumir responsabilidades na escola sempre que percebo essa necessidade. Em meados do 1º semestre o professor de Inglês esteve afastado por motivos de saúde e eu, prontamente, me ofereci para cobrir boa parte das aulas. Além disso, eu também preparei os materiais que seriam utilizados pelos demais professores que substituíram as aulas em que eu não pude. Isso pode ser confirmado pelo CGPG Adão. Essa não é uma atitude isolada. Sempre que necessário, se substitui os outros professores voluntariamente.

Outras características comportamentais que tenho e, acredito serem importantes são a pontualidade e assiduidade. Eu não tenho faltas na escola e sou pontual (ou adiantado) no meu horário de entrada. Além do mais, eu sempre entrego as documentações requeridas pontualmente.

Por fim, sou uma pessoa organizada. Tenho minhas aulas e todo o meu material de trabalho em ordem. Um exemplo disso é o meu caderno de estudos e ATPC que, eventualmente, é avaliado de forma positiva pela direção da escola.

Diante do que foi dito, acredito que sou sim um professor modelo. Porém, nada é perfeito, e tudo pode ser melhorado. Minha próxima meta é conseguir manter essas características que tenho sem, no entanto, levar trabalho para casa. Quero ser um exemplo para os meus alunos, inclusive, no que diz respeito ao tempo dedicado à vida pessoal.

Clique no ícone abaixo e acesse o Plano de Ação completo da substiyuição das aulas de inglês.

bottom of page